Fica

“Entra ou sai, não esquece de fechar a porta. ” Disse eu, inconsequente.
E você saiu. E deixou a maldita fresta aberta.

Pra que?  Pra eu lembrar de ti ao observar esse pequeno raio de luz? Pra lembrar que eu via em mim um brilho percebido por ti, e que agora perdeu seu reflexo até mesmo em frente ao espelho?

Se eu voltasse no tempo teria dito outra coisa… Ah, eu não tenho esse poder. Não vou me martirizar criando mais (im)possibilidades. Eu te dei a escolha e você escolheu o lado que não tinha ‘eu’. Aquele que era só s(eu).

Não tenho mais sua luz, decidi-me aquecer enquanto posso em seus rastros finais que –  ainda – permanecem vivos. Minha memória seletiva fará o favor de exclui-lo brevemente. São seus últimos instantes. Ainda há uma chance. Fica.

 

(Isadora Bersot)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s