Saudade sem dor

Eu e meus botões pensantes continuamos lembrando de você. Não com a mesma frequência, nem com o mesmo afeto, nem por vontade. Mas lembramos.

Muita coisa faz falta, mas não é aquela falta de quando se ter o outro é uma necessidade, e sim aquela falta de que algo foi bom, mas não é assim tão necessário como foi um dia.

Aquele ‘conta comigo’, faz falta, e é um bocado triste perceber que além de fazer falta, era uma mentira. A amizade, o companheirismo, a dedicação, as conversas sem fundamento ou fundamentada em tudo aquilo que achávamos também fazem. As piadas e risadas sem fim. Aqueles segredos trocados e guardados. Os aconchegos.

Enfim, hoje eu sinto saudade. Já sem aquela pontadazinha de dor. Só saudade.

(Isadora Bersot)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s