Somos todos estranhos

“Não fale com estranhos”. MÃE, Sua

Ninguém nasce conhecendo ninguém, nem a si próprio. Todos são desconhecidos e ao crescer, essa estranheza só aumenta. Uns ficam mais estranhos de um lado, outros de outro.

Mora-se com estranhos, convive-se com estranhos, namora-se com estranhos que se tornaram conhecidos. Seu pai já foi um estranho pra sua mãe, não?

Se ser estranho é não conhecer, todo mundo tem um lado estranho que não mostra pra ninguém. A real mesmo é que todos são estranhos. Hábitos estranhos, características estranhas. Estranhezas essas que ressaltam suas individualidades.

Parafraseando a frase: De médico e de louco todo mundo tem um pouco, ouso acrescentar: De estranho também.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s