O céu e um eu-lírico apaixonado

Acordei. Levantei, espreguicei-me e olhei para a janela. Ainda era madrugada, o céu estava estrelado.  As estrelas piscavam pra mim e a lua era como um enorme ponto brilhante e dourado no céu. Entre os meus amores, a lua ocupa uma posição significativa.

O sono se desencontrou de mim, então continuei a observar o céu. Desde pequena sonho com um teto transparente em um pequeno porão e com uma luneta enorme fixada pra ficar vendo-o toda noite.

Amanheceu. E que belo nascer do sol! Ele sorria pra mim e seu sorriso era tão convidativo que senti-me obrigado a sair do meu quarto e ir desfrutar de seu calor. E percebi que não só queria ver o céu e que entre os meus amores, algo ainda ocupava uma posição superior.

Percebi que eu queria ser céu. Queria ser sol. Queria ser sua.

(Isadora Bersot)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s